Anticoncepcional – Eu vivo sem!

Bem gente, esse é um assunto bem interessante para qualquer mulher, vou relatar a minha experiência sem tomar anticoncepcional e tudo que eu já li em blogs de mulheres que deixaram de lado o remédio e estão felizes e mais saudáveis sem eles.

62

Eu nunca tomei essa pílula na minha vida! \o/

Pode ser bem impressionante para muitas mulheres, mas eu nunca necessitei disso. Eu nunca tive uma vida sexualmente ativa. Decidi esperar até o momento que eu estivesse lá no altar da igreja, casando com uma pessoa que realmente sentisse confiança o suficiente para inciar a vida sexual. Eu sempre fui uma menina muito controlada em tudo, sempre busquei métodos para que eu tivesse uma noção de quando eu iria menstruar e a minha mãe sempre conversou isso comigo. Minha mãe é a minha melhor amiga e ela me ensinou tudo o que aconteceria desde o momento que eu me tornasse “mocinha”. Eu acho terrível ficar a cada mês com aquela terrível cólica e sangrando por 4, 5 dias, mas sou uma mulher e isso é super normal. Eu nunca desejei tomar o anticoncepcional, não achava necessário aquilo e foi aí que procurei ir ao ginecologista para ver se tinha necessidade de tomar isso, já que para mim não era necessário. Eu fui em um médico e ele me indicou que eu ficasse um pouco longe disso agora, fiz exames e eu e ele conversamos sobre como evitar gravidez com outros métodos. Eu sempre tive um pensamento que a pílula engordasse, que deixasse você inchada com cara de bolacha. Não é bem por aí, mas cada corpo é diferente e os efeitos colaterais iriam variar muito.

Faz algum tempo já que tenho o meu ciclo completamente controlado por um aplicativo. É gente, um aplicativo ajuda a conhecer melhor o meu corpo e com ele aprendi a ver todo o processo do meu ciclo até a próxima menstruação. O nome dele é o Maia por Lovecycles, ele inicialmente era só o LC, mas agora é o Maia, um aplicativo super fofo e que te ajuda a ter noção de todo seu ciclo e te dá dicas dia por dia. O meu ciclo hoje está no estado seguro, faltando apenas dois dias para o início da menstruação. A Maia dá a dica sobre o óvulo humano, dizendo que ele é a maior célula e pode ser vista a olho nu. Essa é a dica de hoje, pois estou perto do momento da menstruação e as dicas vão variando dia após dia para você conhecer tudo que está acontecendo no seu corpo. Também no aplicativo você pode colocar o que está sentindo, tem os sintomas físicos e os emocionais, são bem divertidos, ele prevê alguns e você vai marcando os quais estão fazendo parte daquele dia. Com todas essas informações, você deixa o aplicativo mais completo para te trazer precisão ao ciclo de cada mês.

Mas e a gravidez?

Então, esse eu acredito que é um dos motivos principais que as mulheres buscam a pílula para evitar a gravidez. Eu não desejo ter filhos, não tenho paciência para crianças e não me vejo sendo mãe. Mas como evitar sem a pílula? 

Eu aprendi muito com a Maia por LC, sei quando estou no meu período fértil ou próximo dele. Sou recém casada e muitas mulheres contam que depois que casam, dá vontade de fazer sexo todo dia e por isso tomam a pílula. No meu caso é bem ao contrário. Eu sei os dias que posso ter relação sexual e sei quando não posso. A importância do aplicativo está aí. Com ele, recebo alertas de quando estarei fértil e nesse período eu não faço sexo. Contando os dias, fico quase 7 dias com a fase insegura, o período fértil dura três dias no meu ciclo. Durante esses três dias, eu não tenho relação com o meu marido e durante todo o ciclo uso camisinha. A camisinha também é um problema que muitos homens não gostam de usar e se sentem incomodados ao ter uma relação com ela. Todo mundo tá cansadinho de saber que a camisinha além de ser um método para evitar a gravidez, ela também previne doenças sexualmente transmissíveis. O único método que eu uso hoje é a camisinha e o meu conhecimento do meu ciclo completo, graças ao aplicativo, hoje me conheço melhor.

Eu indico dois blogs para quem toma anticoncepcional para ler o relato de duas meninas que deixaram ele de lado e hoje tem um vida mais feliz. Eu não tenho experiência com esse tipo de remédio, mas elas tiveram e eu achei bem interessante o relato que elas fizeram sobre a vida sem a pílula. A primeira blogueira que fala sobre isso é a Gabi Barbosa do blog Teoria Criativa, e a segunda é a Gleice Duarte que faz parte da equipe do blog E aí Beleza? .

Para quem deseja tomar, sugiro que procure um médico para ver se realmente é necessário o uso do anticoncepcional, procure conhecer seu corpo antes de qualquer coisa. O seu corpo é o seu templo, cuide dele. <3

  • Jéssica

    “Eu não desejo ter filhos, não tenho paciência para crianças e não me vejo sendo mãe. Mas como evitar sem a pílula?”

    Após uni-los, Deus disse ao casal: “Frutificai e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a” (Gn 1,28). Aqui está o sentido mais profundo do casamento: “frutificai [crescei] e multiplicai”. Deus quer que o casal, na união profunda do amor, cresça e se multiplique nos seus filhos; e daí surge a família, a mais importante instituição da humanidade. A família é a célula principal do plano de Deus para os homens e ela surge com o matrimônio.

    O casamento não é para “curtirmos a vida a dois”, egoisticamente; ele existe para vivermos ao lado de alguém muito especial e querido que queremos construir. É por isso que se diz que “amar não é querer alguém construído, mas, sim, construir alguém querido.”

    Seja aberta a vida, não queira ser dona de si mesma. Lembre-se agora são 1 só, você não quer mas e seu marido não quer ser pai? Reflita.

    • Oi Jéssica. Agradeço seu comentário e eu aprendi tudo isso na minha religião, mas essa decisão foi tomada juntamente com o meu marido, ele também não deseja ter filhos. É um desejo nosso, sei de tudo o que a igreja fala, mas foi uma decisão tomada por nós dois.

      • Jéssica

        Desculpe perguntar, mas qual sua religião?

        • Oi, Jessica eu prefiro não estender esse assunto. Agradeço desde já sua compreensão. 🙂

  • Jéssica

    Tudo bem, não sei qual é sua religião, e nem sei em qual igreja você se casou, mas nunca se esqueça da promessa que fez para Deus na frente do pastor ou padre “Estais dispostos a receber com amor os filhos que Deus vos confiar”. Você disse “Não, não estou, não gosto de crianças” ou “Sim, estou!’? Bom, reflita querida. Matrimônio não é status.

    • Obrigada.

    • BK

      Jessica, assim como Deus disse tudo isso q vc falou, ele tbm nos deu o livre arbítrio. Nós não vivemos mais na época de Cristo onde a bíblia era levada ao pé da letra. Hj em dia tudo é diferente, tudo mudou. Inclusive essa internet que vc usa é de agora não é? Provavelmente vc não deve comer peixe e nem carne de porco pois na bíblia diz que isso é pecado… Vc casou virgem? Pq se não, é uma mulher impura e indigna de ter marido mesmo q tenha perdido a virgindade com ele no namoro (isso é o q está na bíblia)….
      As pessoas têm que parar de tomar conta da vida das outras e viver a sua própria. Se ela quer ter filhos ou não, o problema é dela, vc não tem q se meter nisso. Se vc tem filhos, ótimo, se não, vai procriar e para de encher o saco.

  • Jéssica

    Ué, porque casou na igreja então? Status? Pra sair na foto? Pra ter um vídeo? Na hora da pergunta você disse SIM ou mentiu?
    Mas é claro que tudo muda BK.
    E BK para falar de uma coisa você primeiro busque conhecimento, para falar da Bíblia ou de Deus é preciso conhecer primeiro e não só um ‘eu ouvi falar”. Nenhum momento na Biblia diz que a mulher que tenha perdido a virgindade é impura, Deus perdoa todos nossos pecados e nos redime de qualquer erro, desde que nos arrependemos;
    No entanto, o livre-arbítrio não significa que a humanidade possa fazer qualquer coisa que lhe agrade. Nossas escolhas são limitadas ao que esteja em sintonia com a nossa natureza.

    • BK

      As pessoas casam na igreja para ter a bênção de Deus no casamento delas, se por um acaso ela acabe tendo filhos, pode ter certeza de que ela vai cuidar deles. E em nenhum momento eu escrevi q “eu ouvi falar” eu li a bíblia eu sei do q eu tô falando. E sim, a mulher naquela época era hostilizada por não casar virgem. Deus perdoava, mas os homens não, pode procurar por ai nos livros, que nas épocas antigas (Até depois de Cristo) a mulher que não casava virgem era sim impura, e era tratada como uma mulher da vida,era o desgosto e vergonha da familia. Enfim, claro que o livre arbítrio nao significa q vc pode fazer o que lhe agrade, mas tbm nao te da o direito de se meter na vida das pessoas… isso é muito feio e doentio….bom, não vou discutir mais com uma fanática religiosa. Cada um tem sua vida, cada um faz o que quer. Existem pessoas que vivem na igreja, mas seus corações são podres e sem amor ao próximo, enquanto tem outras que nem religião tem, e sempre fazem o bem… seja feliz Jessica, e pare de julgar e apontar o dedo para os outros… Pq isso é pecado tbm.
      E só p constar, não vou responder mais. Pq não dá para falar com pessoas de mente fechada.
      Obrigada

  • Jéssica

    Mas eu não escrevi para você BK. Fala de cuidar das vidas das pessoas, e intromete na conversa, que coisa feia. É feio isso também sabia? Uma pessoa que nem se identifica querer “discutir” é mais feio ainda.

    E tem a benção apenas no casamento? mas não são abertas as bênçãos (filhos) que Deus tem para dar? Nossa que contraditório, é muito pensar em si mesma e não pensar no próximo.

    Sim, existem pessoas que se dizem que vão na “igreja” e acabam não cumprindo os preceitos que a própria igreja pede, não é mesmo? A partir do momento que você está disposta a viver o que se diz, temos que seguir ou não?

    É muito feio também dizer ser uma coisa que não é.

    E BK não apontei o dedo não, apenas fiz um comentário no Blog que é público e está livre para todos.

    Pecado é não cumprir as promessas feitas diante do Senhor.

    • Franci

      Cara não acredito que tem gente que se incomoda com pessoas que não querem ter filhos. Qual o problema? Aff
      No mínimo essa Jessica deve ter um caminhão de filhos ai vem querer dar opinião na vida dos outros.
      Acho muito melhor nao colocar filho no mundo do que colocar e depois maltratar, judiar e até matar como muitas mães fazem hoje em dia.
      Morro e não vejo de tudo……

      • Pois é Franci. Eu optei por isso e eu tenho que decidir por mim se terei ou não. Sempre tive esse preconceito em cima de mim, é uma decisão pessoal, temos nossas condições e nossos planos, nos meus planos não se encaixa um filho. Quero viajar, estudar e com essas condições os filhos não entram. É complicado demais, mas muito obrigada por seu apoio e comentário. Um beijo grande e aproveite o blog! <3

  • Marianna

    As pessoas querem nos obrigar a ter filhos.
    Era só o que faltva, eu não “ir pro céu” por não ter filhos.
    Sou casada há 8 anos, amo crianças, mas tbm não desejo ser mãe!

    • É Mari, as pessoas confundem muito as coisas, a religião as vezes cega alguns. Precisamos de respeito sobre nossas decisões. Muito obrigada pelo comentário, de verdade. Um beijo! <3

  • Bruna

    Aí o cara ta no clima e escuta um: Não posso, estou fértil. Jura ne kkkk

    • HUAHAUHAUHAU, pois é. Mas melhor não fazer do que arriscar a vida..

    • Miriam

      Hahahaha pode até ser desagradável, concordo, mas se ele também não quer ter filhos e respeita a decisão da mulher em se preocupar com a saúde, ele vai entender e conseguir esperar uns diazinhos pra ter um sexo bom sem preocupação. Aqui é quase assim. Mas não deixo de ter relação se estiver nos dias férteis, a camisinha dá conta tbm…

      • É verdade, podemos usar a camisinha sem problemas, o momento não ficará chato para os dois. Obrigada pelo comentário Miriam!

  • Miriam

    Adorei o post! Sigo esse mesmo método e garanto que é muito melhor. Quando eu tomava anticoncepcional e não conhecia meu próprio corpo direito, acabei engravidando duas vezes sem planejar. Claro que amo minhas duas princesas mas se eu tivesse conseguido planejar muitas coisas seriam diferentes! Enfim isso não vem ao caso. O fato é que agora até mesmo meu marido conhece sobre o meu ciclo e passou a entender melhor certas coisas e tem colaborado mais. O aplicativo que eu uso é outro, não tem nenhuma “fofurice” mas é muito prático e útil. Inclusive uns meses atrás eu tive um atraso na menstruação de 50 dias mas como no app tinha tudo anotado direitinho eu pude ficar mais tranquila. A única vantagem do anticoncepcional era reduzir meu fluxo que é super ultra intenso rsrsrs mas não compensa os outros efeitos colaterais. ..

    • Fico feliz que você usa também o mesmo método. Eu desde sempre usei o app e meu marido também conhece mais sobre mim, é uma sensação muito boa, conhecer o próprio corpo. Que Deus abençoe sua família e suas filhas. Fico muito contente com o seu retorno e espero ajudar todos de alguma forma. Um beijo!

  • Eu tomo anticoncepcional por indicação médica por ter problema hormonal e ajuda a não encher tanto minha cara de espinhas, depois que comecei a tomar também notei que minas cólicas tinham diminuído, minhas cólicas são muito fortes que as vezes até passo mal. Com o caso recente de uma menina que teve uns problemas de saúde por conta de anticoncepcional, minha mãe pediu para que eu parasse de tomar e parei só que minha menstruação já veio e com ela a bendita cólica super forte e já decidi que vou voltar a tomar o remédio, infelizmente não consigo viver sem o anticoncepcional. Também não tenho a vida sexual ativa ainda, tomo por conta do problema hormonal, como já disse e por conta das cólicas muito fortes.

    Menina Psicótica

    • Às vezes ele ajuda como no seu caso. Como a médica te indicou, pode tomar sem tanto medo e se esta te ajudando, é melhor ainda. Fico bem feliz com seu relato, que a pílula esta te ajudando!

      • Me ajuda bastante e eu não tive os sintomas do tipo, engodar, ficar enjoada e tals, na verdade ele ajudou a desenvolver uma coisas em mim kkkk

        • Nossa, que legal. Eu tenho uma amiga que toma o AC e ajudou muito na questão da espinha, igual você falou. Ai eu não vejo mal em usar e ainda mais sendo um médico que indicou. Que bom que esta te fazendo bem, igual eu falei em outra postagem sobre o AC, às vezes ele ajuda outras pessoas que procuram um médico e se tratam, mas algumas pessoas usa por vontade própria, sem conhecimento e acaba trazendo algum mal na vida dela.